Sesc celebra 40 anos de carreira de Clóvis Júnior
7 de fevereiro de 2024
Redação

O Sesc Paraíba dá início nesta quinta-feira, 30, a mais uma etapa do projeto Sesc Grandes Nomes, que tem como objetivo fomentar, consolidar e potencializar a trajetória da classe artística paraibana, destacando suas contribuições nas diversas linguagens artísticas, incluindo artes visuais, cênicas, dança, audiovisual e literatura. Nesta edição especial, o projeto comemora os incríveis 40 anos de carreira do versátil artista visual Clóvis Júnior, um nome de destaque no cenário artístico nacional. O vernissage acontece a partir das 19h, no Sesc Cabo Branco, em João Pessoa, com entrada gratuita.

A exposição, intitulada O Brejo Que Me Criei é o Brejo Que Me Reinventa, apresenta obras selecionadas diretamente do acervo particular do artista. Na exposição, Clóvis volta à sua infância e resgata as memórias afetivas da feira de guarabira, com ênfase na produção de barro, característica da região. Esta exposição é uma oportunidade imperdível para o público mergulhar no universo criativo de Clóvis Júnior e apreciar sua jornada artística marcada pela originalidade e profundidade.

Referência internacional na arte Naif, Clóvis Júnior é um artista que mergulha de cabeça nos elementos culturais populares, reinventando-se continuamente sem jamais perder sua identidade visual marcante. Nascido em Guarabira e radicado em João Pessoa desde os 17 anos, Clóvis Júnior trabalha com pinturas, esculturas e gravuras, tendo feito sua primeira participação como artista plástico em 1983. Em 1985, ingressou no curso de Educação Artística da UFPB e realizou o curso de gravura com Hermano José. Suas exposições já percorreram o Brasil e o mundo, evidenciando sua relevância e impacto na cena artística global.

Através do projeto Sesc Grandes Nomes, o Sesc Paraíba reafirma seu compromisso com a promoção da inclusão cultural e o enriquecimento da formação de diversos públicos, além da valorização dos artistas locais que marcam a Paraíba na cena nacional da cultura. A exposição fica em cartaz até o final de dezembro, com visitação gratuita das 9h às 17h.

Compartilhe: