Saúde reúne 41 municípios prioritários em doenças
28 de março de 2024
Redação

Durante a reunião anual da Secretaria de Estado da Saúde (SES) com os coordenadores de Vigilância Epidemiológica e da Atenção Primária à Saúde dos 41 municípios prioritários, foram discutidas as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) como hepatites, sífilis, HIV e HTLV, além de hanseníase e tuberculose, consideradas crônicas.

O encontro, realizado em João Pessoa, teve como objetivo alinhar estratégias para fortalecer o combate a esses agravos, destacando a importância da conscientização contra a tuberculose. Representantes de instituições como o SAE/CTA e ONGs também participaram, contribuindo para ampliar o acesso aos cuidados de saúde, especialmente em comunidades vulneráveis.

A presidente do Cosems-PB, Soraya Galdino, elogiou a iniciativa da SES e ressaltou a necessidade de esforços conjuntos para enfrentar desafios como o tratamento da tuberculose em populações marginalizadas.

O arte-educador Beto Alves, da ONG Cordel Vida, destacou o papel da organização na promoção de ações preventivas, incluindo a sensibilização da comunidade LGBTQIAPN+. Os 41 municípios prioritários foram identificados como áreas-chave para intervenções de saúde pública, visando reduzir a incidência dessas doenças.

A tuberculose, especialmente preocupante em indivíduos com HIV, continua sendo um desafio de saúde pública na Paraíba, com um aumento no número de casos registrados nos últimos anos. A infraestrutura de saúde, incluindo serviços de cultura para tuberculose, está sendo ampliada para garantir um melhor enfrentamento dessas doenças.

Compartilhe: