Música eletrônica paraibana ganha novo disco na 6ª
27 de fevereiro de 2024
Redação

O lançamento do disco “Misticko”, idealizado pelo percussionista Cassicobra, está marcado para esta sexta-feira, dia 1º. O disco é mais um capítulo na série Nômade Riddim, composta por oito EPs que exploram a fusão da música eletrônica com experimentações sonoras e ritmos de diversas culturas ao redor do mundo.

Nômade Riddim carrega no nome a bagagem da Jamaica, uma das referências de Cassicobra. Riddim é a pronúncia jamaicana da palavra inglesa “rhythm” e, na linguagem do reggae, se refere ao acompanhamento instrumental de uma canção. 

Além do reggae, o novo volume do Nômade Riddim combina elementos sonoros retrô das fitas K7, sons de relaxamento como músicas de yoga e estética futurista. Essa mistura ousada resultou em um som inovador que se destaca no cenário musical da Paraíba e no gênero eletrônico em geral.

É importante ressaltar que este novo EP é o primeiro da série Nômade Riddim a receber investimento significativo, graças ao apoio da Lei Aldir Blanc. Esse apoio permitiu que o Misticko transcendesse seu processo inicial, passando de uma abordagem mais caseira e amadora para a gravação em estúdio.

“Esse foi o primeiro EP de nove volumes do Nômade Riddim que eu pude produzir de forma mais profissional, permitindo ainda mais qualidade para meu público. Além disso, o disco Misticko envolveu a colaboração de outros profissionais, o que enriqueceu o processo, já que estava acostumado a trabalhar de forma independente”, conta Cassicobra.

Além do talento do percussionista, o disco “Misticko” também conta com a participação especial de Lucas Dan e Priscila Cler, identidade visual vibrante por Rayan Rodrigues, fotografia de Adri L, produção executiva de Laíla Alana e estratégias de comunicação por Laianna Janu.

SOBRE O ARTISTA

Cassicobra é uma figura marcante na cena musical desde 1998, quando iniciou sua jornada como percussionista. Ao longo dos anos, ele contribuiu para diversas bandas, deixando sua marca nos palcos e estúdios e colaborando com grupos como Chico Correa, Os Fulano, Nathália Bellar, Elon, entre outros.

Além de sua dedicação à música, Cassicobra também se engajou no âmbito social, concentrando seus esforços em questões de saúde mental e assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade. Ele se especializou em redução de danos, uma importante abordagem do SUS para lidar com problemas relacionados ao abuso de drogas, incorporando a arte, a percussão e a redução de danos como ferramentas essenciais de cuidado.

Paralelamente à sua atuação musical e social, Cassicobra desenvolve um trabalho no campo das artes visuais. Seu projeto “Arte Vagal” reflete sua paixão por explorar novas formas de expressão e seu compromisso com causas sociais e culturais.

Compartilhe: