Mercado imobiliário cresceu 64%
11 de fevereiro de 2024
Redação

Uma recente pesquisa realizada pela consultoria Elos Ayta em parceria com o Estadão, apontou um crescimento de 64,6% no valor de mercado das empresas do setor imobiliário em 2023 na Bolsa, somando um total de R$ 45,7 bilhões. Esses dados representam um boom para o setor que, após um período desafiador, retomou vendas, tomou fôlego e vem sendo favorecido pelas quedas das taxas de juros, impulsionadas pelas readequações do programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal.

O teto de financiamento do Minha Casa, Minha Vida passou de R$ 264 mil para R$ 350 mil e ampliou-se o prazo de pagamento do financiamento pela Caixa Econômica Federal, de 360 para 420 meses. Outro fator levado em consideração pelas famílias brasileiras foi a queda da taxa Selic, referência de juros no mercado, abrindo espaço para cortes, também, nas taxas de juros de financiamentos imobiliários – a Selic sofreu novo corte recente e está fixada em 11,25% a.a, segundo última atualização do Copom.

Com essas mudanças, o mercado imobiliário voltou a prosperar e grandes empresas do segmento, construtoras e incorporadoras, comemoraram crescimento em 2023 e apostam em um ritmo forte em 2024. Para a plataforma de imóveis, Meu Imóvel, o ano já começou aquecido e as buscas por imóveis no site e app aumentaram 44% neste início de ano, em relação a dezembro. “Após um período de desafiador pós pandemia, em 2023 tivemos a retomada das vendas e lançamentos das construtoras, além do início de queda dos juros, que pode potencializar negócios daqui pra frente. A tendência é que o setor continue aquecido ao longo desse ano e a procura por imóveis crescer gradativamente”, observa o cofundador e CFO do Meu Imóvel, José Eduardo Pizzotti Machado.

Dentre as construtoras e incorporadoras que tiveram grande valorização na Bolsa de Valores está a Cyrela, que é uma das parceiras da plataforma Meu Imóvel. Segundo o Diretor de Incorporação da regional sul, Luiz Paludo, o cenário para transações imobiliárias é promissor para 2024 e deve continuar em alta. “O crescimento do mercado em 2023 já respondeu à queda nas taxas de juros e indica uma retomada do setor imobiliário. Prevemos que 2024 será um ano de crescimento. Estamos comprometidos a colocar no mercado lançamentos que temos confiança no desempenho comercial. Na regional sul, estamos otimistas. Planejamos lançamentos a partir de fevereiro e um bom volume ao longo do primeiro semestre.”

No último ano, a Cyrela registrou o maior crescimento no valor de mercado (83.67%) entre as incorporadoras listadas na Bolsa em termos absolutos. A empresa é líder em seu segmento em termos de valor de mercado, seguido pela MRV, Cury e a Eztec.

Caso tenha interesse na pauta, estamos à disposição para fazer a ponte de entrevista com o cofundador e CFO do Meu Imóvel, José Eduardo Pizzotti Machado (perfil abaixo):

José Eduardo Pizzotti Machado

Cofundador e CFO do Meu Imóvel, José Eduardo é graduado em administração e finanças pelo Insper. Tem mais de sete anos de experiência no mercado financeiro e também foi um dos fundadores da Publicker, uma startup voltada para a distribuição de conteúdo aos usuários de acordo com seus interesses.

Luiz Paludo

Engenheiro Civil pela Universidade Federal do Paraná, com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas e EMBA na Fundação Dom Cabral. Luiz possui ampla experiência na área imobiliária. Com mais de 13 anos de atuação, já ocupou diversos cargos na Cyrela, uma das maiores incorporadoras do Brasil, e atualmente desempenha o cargo de Diretor de Incorporação

Meu Imóvel

Fundada em 2015 por Rafael Pizzotti Machado e José Eduardo Pizzotti Machado, a empresa Meu Imóvel tem como missão ser a melhor solução de vendas para os clientes. Para os usuários, isso significa maior praticidade na busca por um imóvel que se encaixe em suas necessidades e, para as empresas do mercado, o marketing altamente direcionado significa aumento dos leads qualificados e melhor coordenação dos esforços de venda. Entre os principais diferenciais da ferramenta estão o algoritmo de recomendação baseado no perfil do cliente, o sistema de triangulação de pontos de interesse que mostra as melhores opções para os interesses de cada usuário e a opinião de especialistas que avaliam cada empreendimento, para ter a certeza de ajudar na decisão do potencial comprador.

Compartilhe: