HULW possui tratamento especializado da tireoide
25 de maio de 2023
Redação

Com o objetivo de alertar para problemas como hipertireoidismo, hipotireoidismo e tumores malignos, 25 de maio é o Dia Internacional da Tireoide. O Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), oferece serviço especializado para diagnóstico e tratamento dessas doenças. 

Embora algumas pessoas possam não se preocupar com essa parte do corpo, a tireoide é uma glândula vital e qualquer disfunção pode levar a significativos problemas de saúde, aponta o endocrinologista Fabyan Esberard, do HULW-UFPB. “A tireoide é uma glândula localizada na parte anterior do pescoço, que desempenha um papel fundamental na produção dos hormônios tireoidianos, que são essenciais para o metabolismo do corpo e o funcionamento adequado de diversos órgãos”, explica. 

A consulta da agricultora Maria das Graças de Azevedo, 53 anos, por exemplo, era para examinar as causas das dores na coluna que ela sentia. No entanto, a médica que a atendeu, Flávia Mesquita, percebeu que havia algo de diferente no pescoço da paciente. Após avaliação clínica, exame de ultrassonografia e punção, veio o diagnóstico: câncer de tireoide. “Não sentia nenhum sintoma e foi um grande susto para mim”, disse a paciente, que faz acompanhamento no Serviço de Endocrinologia do Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Rede Ebserh.  

Sintomas 

A falta de hormônio, chamada de hipotireoidismo, pode resultar em sintomas como cansaço, sonolência, lentidão do raciocínio, ressecamento da pele e dos cabelos, constipação, aumento de peso e intolerância ao frio. Por outro lado, o excesso de hormônio (hipertireoidismo) pode ocasionar agitação, irritabilidade, perda de peso, tremores finos de extremidades, intolerância ao calor, palpitações (coração acelerado) e aumento do trânsito intestinal.  

Não há evidências de que seja possível evitar doenças que afetam a tireoide, mas existem fatores que podem contribuir para o risco de complicações na glândula, como histórico familiar de doenças tireoidianas, deficiência de iodo, idade avançada, tabagismo, exposição a alguns medicamentos e radiação. Além disso, é recomendado realizar exames preventivos, como o de palpação da tireoide. A realização de exames também pode ser solicitada pelo médico para detecção ou acompanhamento das doenças da tireoide. “O médico endocrinologista realizará a avaliação clínica, solicitará exames complementares, como dosagem de hormônios tireoidianos e ultrassonografia da tireoide, e indicará o tratamento adequado, caso seja necessário”, ressaltou Fabyan.  

Saiba mais 

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Ebserh foi criada em 2011 e, atualmente, administra 41 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência. Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) ao mesmo tempo em que apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas e inovação. 

Compartilhe: