Em agosto, diesel dispara 10% e etanol cai 3,69%
5 de setembro de 2023
Redação

Em agosto, os preços dos principais combustíveis veiculares usados no Brasil tiveram comportamento distintos. Enquanto a gasolina e, principalmente, o diesel aumentaram após o reajuste da Petrobras para as refinarias, o etanol hidratado, usado diretamente nos veículos, registrou queda no mês, se convertendo em uma opção vantajosa em onze unidades da federação.

Confira, a seguir, esses e outros destaques do levantamento mensal de preços de combustíveis da ValeCard, empresa especializada em soluções de mobilidade.

Preço do diesel sobe 10,01% em agosto, com média nacional de R$ 5,759 por litro

Preço médio do litro do diesel S-10 (R$)
 UFagosto de 2023julho de 2023Variação (R$)  Variação (%)
AC6,4196,384 0,0350,55%
AL5,9535,409 0,54410,06%
AM5,9655,719 0,2464,30%
AP6,2336,196 0,0370,60%
BA5,8825,300 0,58210,99%
CE5,8905,271 0,61811,73%
DF5,7465,143 0,60311,73%
ES5,8125,308 0,5049,49%
GO5,8465,091 0,75514,82%
MA5,9355,275 0,66012,50%
MG5,8265,239 0,58711,20%
MS5,9965,379 0,61611,46%
MT6,0485,489 0,56010,19%
PA6,2365,707 0,5299,27%
PB5,6105,011 0,59911,95%
PE5,7035,047 0,65713,01%
PI5,9975,239 0,75714,45%
PR5,7725,106 0,66613,04%
RJ5,6855,357 0,3286,13%
RN5,8555,252 0,60411,50%
RO6,0805,736 0,3446,01%
RR6,6296,463 0,1662,57%
RS5,5485,020 0,52910,53%
SC5,5795,042 0,53710,64%
SE6,0685,390 0,67712,56%
SP5,5115,159 0,3516,81%
TO5,9295,246 0,68313,03%
BR5,7595,235 0,52410,01%
      

O preço do diesel nos postos de combustíveis apresentou um aumento de 10,01% em agosto, em comparação com o registrado em julho, com valor médio de R$ 5,759 por litro. Na semana passada, entre 28 de agosto e 3 de setembro, houve reajuste positivo de 0,89% no varejo, fechando o mês a R$ 6,319 — variação de R$ 0,056 em relação à semana anterior.

As informações constam do levantamento exclusivo feito pela ValeCard, empresa especializada em soluções de mobilidade, com base em transações realizadas em mais de 25 mil estabelecimentos credenciados em todos os estados do Brasil. 

Os dados mostram que as unidades federativas que registraram a maior alta no mês foram Goiás (14,82%), Piauí (14,45%) e Paraná (13,04%).

A unidade federativa com menor preço médio foi São Paulo, a R$ 5,511; na outra ponta, Roraima apresentou a maior média, a R$ 6,629.

“O grande reajuste observado nos preços no varejo no mês passado é resultado direto  do anúncio feito pela Petrobras no dia 15, quando aumentou em R$ 0,78 por litro do diesel vendido para as distribuidoras. Caso não haja novas medidas da petrolífera, devemos ter bem menos oscilações em setembro”, diz Brendon Rodrigues, Head de inovação e portfólio na ValeCard.

Fonte: ValeCard  

Compartilhe: