E-commerce tem queda de tráfego em 2024
2 de abril de 2024
Redação

Depois dos bons resultados do fim de 2023 e janeiro deste ano, o tráfego do e-commerce melhorou a tendência esperada para fevereiro e caiu 12,3% na comparação com o mês anterior , somando 2,34 bilhões de visitas únicas. O número é 1,2% menor que o de fevereiro de 2023 , quando os acessos também caíram após o desempenho positivo de janeiro.

Entre os dados do Relatório, estão as retrações de alguns setores que vieram de resultados positivos desde novembro passado , como o de turismo, por exemplo, que alcançou uma marca extraordinária de 240 milhões de acessos somente no mês de janeiro deste ano. No entanto, em fevereiro, o setor sofreu uma queda significativa , perdendo quase um terço da sua magnitude (-26%) em comparação com o mês anterior.

Marcas perderam acessos em fevereiro

O Mercado Livre registrou 330 milhões de visitas, um montante 9% menor do que janeiro. A Amazon Brasil, mais do que isso, recuou 12%, enquanto a Shopee caiu 7%. O Magalu perdeu quase um quarto do tamanho (-20,1%) em comparação ao primeiro mês do ano.

Diego Ivo, CEO da Conversa , aponta:

“Com eventos importantes se aproximando, tudo indica que os números irão subir, e os relatórios futuros têm o potencial de mostrar insights importantes . Esses dados orientam estratégias e ajuda ao varejo a se preparar para tirar o máximo proveito das oportunidades que se apresentam”.

Compartilhe: