Dicas pra vender mais no Carnaval
7 de fevereiro de 2024
Redação

Carnaval é uma das épocas do ano de maior aquecimento nas vendas de produtos diversos, desde vestimentas, como as fantasias e acessórios, até pacotes de viagens e alimentos. Para aproveitar a data e aumentar o faturamento, os empreendedores devem adotar estratégias que atraiam os clientes, seja no ambiente físico ou virtual.

A analista técnica do Sebrae/PB, Rosário Brito, lembra a importância de investir na decoração do ambiente, caso o estabelecimento seja físico, e também no conteúdo das redes sociais, no caso das lojas virtuais. “O carnaval, por si só, é uma festa de muitas cores e fantasias, portanto, nada mais apropriado do que levar esse clima de animação para o ambiente da loja. No caso das redes sociais, lembre-se de compartilhar conteúdo relevante sobre as características da empresa junto com seus posts promocionais”, orienta a analista.

Para quem quer atrair o cliente com promoções, destacando-se ainda na concorrência, Rosário Brito sugere a criação de promoções, entrega de brindes e outras vantagens, como redução no valor da tarifa de entrega dos produtos ou serviço ou até frete grátis, além de oferecer facilidade no pagamento. “Eis o momento para ter a percepção e elaborar uma boa estratégia para atrair o consumidor e impulsionar suas vendas, aumentando o seu faturamento”, complementa.

Dona de uma loja de festas, Claucilania Moura está otimista com o aumento nas vendas durante o período carnavalesco. Para atrair os clientes, ela investiu na decoração da loja e também em conteúdos criativos para as redes sociais. “A gente leva as peças para a rede social e posta vídeos com as fantasias. Fazemos todo um cenário e tentamos chamar a atenção dos clientes. Este mês, devido ao carnaval, dá uma melhorada nas vendas”, revela a proprietária da Celebração Festas. Ela lembrou ainda que o público infantil também contribui para o aumento nas vendas, por conta das festas organizadas nas escolas. 

Segmentos diversos – As festividades de momo aquecem ainda as vendas dos empreendedores que trabalham ofertando serviços, como passeios turísticos, fotografias, centros de beleza e estética, limpeza e manutenção de ambientes, além dos que atuam no segmento de alimentos, com venda de pratos prontos e bebidas. 

Confira as dicas do Sebrae para aquecer as vendas no carnaval:

1. Decore sua loja: o visual de uma loja é um dos grandes responsáveis por fazer as pessoas entrarem e comprarem algo. Decore o ambiente e, conforme seu setor de atuação, invista em adereços para os funcionários, principalmente aqueles que têm contato direto com o cliente.  Tenha bastante cuidado para não exagerar e acabar desviando o foco dos clientes do que realmente importa, que são os produtos à venda.

2. Escolha os melhores produtos: as pessoas querem encontrar os produtos certos para a diversão e você precisa escolher sabiamente quais serão colocados em destaque. Comece analisando o seu público-alvo e o tipo de mercadoria que eles estão buscando. Observe o seu estoque para ter capacidade de atender a sua demanda.

3. Fique de olho nas tendências: é estratégico observar o mercado atual. Pesquise quais são as tendências na música, na moda e na internet. O comportamento dos consumidores no carnaval passado também pode gerar boas ideias. Por mais que as pessoas não comprem exatamente as mesmas coisas, elas podem se comportar de maneira semelhante e serem, de certa forma, mais previsíveis.

4. Faça promoções temáticas: para capturar a atenção dos clientes durante este período, tente oferecer brindes exclusivos com compras acima de determinado valor — juntamente com cupons usados para obter desconto em compras futuras — permitindo a geração de leads qualificados que podem resultar em futuras vendas.

5. Promova sua marca online: aproveite o momento em que as pessoas procuram por festividades no Google, outros sites de busca, nas redes sociais e em outros canais virtuais para promover sua marca digitalmente durante o período do carnaval. Por exemplo, use hashtags relacionadas às festividades na hora da publicação dos posts nas redes sociais — assim é possível engajar um maior número de usuários da web interessados no assunto.

Compartilhe: