Cinco dicas de preparação para PMEs em 2024
7 de fevereiro de 2024
Redação

 No segundo trimestre de 2023, a movimentação financeira real média das pequenas e médias empresas brasileiras registrou expansão de 3,1%, segundo o Índice Omie de Desempenho Econômico das PMEs (IODE-PMEs). A previsão do estudo para 2024 é de que as PMEs apresentem um crescimento adicional de 2,4% em comparação a este ano. 

Para o especialista no mercado de PMEs, David Mourão, CEO e cofundador da fintech voltada para empreendedores Linker, a “resiliência” dos pequenos negócios num contexto de juros historicamente elevados é o principal destaque para este aumento. “Os indicadores de crescimento das PMEs neste ano e as expectativas para que esse aumento ocorra também no ano que vem são um reflexo positivo da resiliência e da capacidade de adaptação dos pequenos e médios negócios diante dos desafios econômicos atuais”, afirma David.
 

Com a virada do ano cada vez mais próxima, o especialista destaca quais iniciativas devem ser tomadas o quanto antes para que o crescimento esperado das PMEs se concretize. Confira algumas delas:

Planejamento tributário: A gestão tributária tornou-se fundamental para o sucesso financeiro das organizações. Portanto, visando prosperar em 2024, é essencial que as empresas coloquem a construção de um planejamento tributário sólido entre suas prioridades. Esse processo contribuirá para o correto enquadramento no regime tributário, resultando na redução do pagamento de impostos e assegurando a conformidade fiscal. Ao iniciar esse processo com antecedência, as empresas têm tempo para explorar todas as opções e implementar as mudanças necessárias.

IA Generativa: Para o executivo, a inteligência artificial generativa não é uma tecnologia viável apenas para grandes empresas. As pequenas e médias também consideram o uso dessa ferramenta principalmente para seu crescimento. O estudo “Back to Business”, da Visa, constatou que 87% dos líderes de PMEs consideram provável o uso de IA generativa e automação nos próximos meses, tendo como principal aplicação criar vantagem em seus negócios para lidar com a concorrência e focar em crescimento.

Presença Online/Geração Z: De acordo com um estudo da NeoAssist, entre 2021 e 2023, a geração Z passou de 37,2 milhões para 45,5 milhões de pessoas que compram online. Ainda de acordo com a pesquisa, mais de 70% dos indivíduos dessa faixa etária afirmam que influenciam a família em decisões como a compra de produtos. Investir em uma presença digital robusta, vai muito além de estar presente nas principais redes sociais, é preciso também estar atento ao padrão de consumo e o que realmente importa para a nova geração de consumidores. 

Sustentabilidade e Responsabilidade Social: A incorporação de práticas sustentáveis e responsabilidade social nos negócios é uma tendência crescente, principalmente com as recentes discussões referentes às mudanças climáticas. Além de contribuir para o bem-estar do planeta, empresas socialmente responsáveis têm se destacado no mercado. “Por meio da análise do meio ambiente, responsabilidade social e governança, as empresas podem melhorar a sua gestão, bem como melhorar as práticas de risco e compliance. E isto pode ajudar a mitigar os riscos operacionais, proporcionar maior transparência e reduzir os custos regulatórios, o que pode influenciar positivamente o valor do negócio nos próximos anos”, destaca David Mourão.

Avaliação do Fluxo de Caixa: Manter uma gestão financeira eficiente é essencial para o sucesso das PMEs em 2024. Realizar uma avaliação detalhada do fluxo de caixa, identificando entradas e saídas de recursos, permite uma visão mais clara da saúde financeira da empresa. Essa análise facilita a tomada de decisões informadas e contribui para a prevenção de possíveis desafios financeiros ao longo do ano. David destaca a importância de manter todo o fluxo em só lugar, com a alta demanda de serviços e produtos para gestão financeira promovidos pelas fintechs o empreendedor pode acabar perdendo alguma informação importante ao utilizar diversos serviços para gerir entradas e saídas.

Com a virada do ano se aproximando, a implementação diligente dessas práticas posiciona as PMEs para iniciar 2024 com confiança e assertividade, aproveitando o crescimento adicional previsto e construindo bases sólidas para o futuro.

Compartilhe: