Canadá espera 485 mil acadêmicos em 2024
7 de fevereiro de 2024
Redação

O Canadá é um dos melhores países com melhor qualidade de vida do mundo e irá receber cerca de 485 mil imigrantes com formação acadêmica ainda em 2024. “Se você tem formação de nível tecnólogo ou bacharelado, você pode ser o próximo a morar com qualidade de vida no Canadá. O país está atrás de profissionais com essas formações e tem como meta oferecer o visto de residente permanente para 485 mil imigrantes. Esse visto garante praticamente todos os direitos de um cidadão permanente, afirma Daniel Braun, especialista em imigração e presidente da Meegra, plataforma com soluções de imigração. 

Segundo Braun, o governo canadense tem uma previsão de receber mais de 1 milhão de novos residentes permanentes até 2025 com nível superior. “O Canadá tem quase 40 milhões de habitantes e um milhão de residentes temporários legalizados. O país é inclusive conhecido por ser totalmente aberto para a imigração legalizada. Existem diversos programas de imigração e eu vou explicar tudo isso de maneira gratuita no evento ‘Jornada Ganhe em Dólar no Canadá’, onde todos estão convidados a participar”.

A “Jornada Ganhe em Dólar no Canadá”, acontece de 16 a 21 de janeiro de maneira on-line e totalmente gratuita. “Eu vou mostrar o passo a passo para ganhar em dólar no país e ainda ter uma qualidade de vida incrível morando de maneira legalizada. Durante a jornada também vou explicar de maneira mais detalhada como é possível trabalhar no Canadá tendo uma formação superior no Brasil”, finaliza Daniel Braun. 

Para mais informações sobre o evento “Jornada Ganhe em Dólar no Canadá, ACESSE AQUI.

A Meegra é uma plataforma que descomplica o processo de imigração.

A ferramenta é um guia completo para guiar quem deseja morar fora do país, em países como Canadá e Portugal, sem se preocupar com burocracia e papelada. 

O fundador e presidente da Meegra, Daniel Braun, realiza palestras gratuitas pelo Brasil com importantes temas, como estilo de vida, mercado de trabalho e programas de imigração, entre outros. 

Compartilhe: